Buscar
  • Consultoria

Os impactos da pandemia COVID-19 nos preços do café

Para venda futura os preços estão em queda


Os contratos futuros do café arábica encerrou o pregão desta quarta-feira (18) com altas nos principais contratos. Apesar de um dia de altas, o Coronavírus interrompeu a classificação na ICE Futures Exchange, o que levou a ICE a dizer que não pode mais garantir que o processo de amostragem e classificação seja concluído a tempo do vencimento dos contratos futuros de café de maio.

Maio/20 registrou queda de 570 pontos, valendo 108,70 cents/lbp, julho/20 caiu 415 pontos, negociado por 108,55 cents/lbp, setembro/20 registrou baixa de 325 pontos, cotado por 109,10 cents/lbp e dezembro/20 encerrou com baixas de 295 pontos, cotado por 110,60 cents/lbp.


Os preços no mercado físico estão em alta


Outro ponto que fortaleceu as altas do café, foi o fato do Sindicato dos Estivadores de Santos, São Vicente, Guarujá e Cubatão decidir pela paralisação total das operações no porto de Santos pelo período de quarentena determinado pelos órgãos governamentais. Apesar do movimento no mercado, o Ministério de Infraestrutura informou que a situação segue normalizada nos terminais e que medidas preventivas já foram adotadas no local.



O tipo 4/5 registrou valorização de 7,55% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 570,00. Varginha/MG subiu 0,92%, negociado por R$ 550,00 e Franca/SP finalizou o dia com valorização de 5,45%, valendo R$ 580,00.

0 visualização
FALE CONOSCO

                               
Av. Antonino Xavier de Toledo, 53  - Centro  

CEP: 35.368-000   -   SERICITA / MG                  
Tel: (31)  3875 - 5373 / 9-9877-9758

© Copyright Ecobio Consultoria Ambiental